Você está aqui: Página Inicial / REQUERIMENTO QUESTIONA CUSTOS DA GRADE METÁLICA INSTALADA NO CENTRO DA CIDADE

REQUERIMENTO QUESTIONA CUSTOS DA GRADE METÁLICA INSTALADA NO CENTRO DA CIDADE

Jacques Villela solicitou informações e documentos relativos à instalação da grade metálica e aproveitou para questionar a eficácia da medida no combate ao coronavírus.

Neste período de pandemia, os municípios estão adotando uma série de medidas para evitar a propagação do novo coronavírus. Enquanto algumas ações são aplaudidas e consideradas necessárias, outras são questionadas quanto ao custo e a sua eficácia no combate à proliferação da doença.

Em Leopoldina, durante sessão ordinária da Câmara Municipal, ocorrida no dia 11 de maio, foi questionada a iniciativa da Prefeitura Municipal de instalar grades metálicas em frente à Caixa Econômica Federal, com o propósito de manter o distanciamento entre as pessoas que se dirigem à agência bancária.

O vereador Jacques Villela foi o autor do Requerimento nº 59/2020, no qual solicitou informações sobre o valor pago nas referidas grades, bem como o encaminhamento de cópia do contrato com a empresa responsável e demais documentos pertinentes ao assunto.

Durante a discussão da matéria, Jacques Villela comentou que há informações de que a superfície em que o vírus sobrevive por mais tempo é a metálica. Além disso, o vereador citou algumas cidades que estão sendo questionadas pelo alto custo para montar esse tipo de estrutura, inclusive para isolar praças.

O parlamentar disse que, para se locomoverem nos corredores, as pessoas não respeitam a distância indicada, colocam as mãos nas grades e possibilitam a proliferação do vírus. Ele alertou sobre a dimensão dos corredores, cuja largura não atinge um metro, o que pode facilitar a contaminação dos cidadãos.

Em seguida, Rogério Campos Machado disse que esteve verificando a utilidade das grades e percebeu que o espaço é muito apertado e as pessoas estão apoiando os braços na estrutura metálica em virtude do tempo de espera. Ele sugeriu que fosse adotada marcação na rua, tendo a presença de um funcionário da agência bancária para organizar a fila.

O vereador José Ferraz Rodrigues também manifestou apoio à iniciativa do colega e salientou que, neste período, é preciso ficar atento à comercialização de equipamentos com preços superfaturados.

Após as discussões regimentais, o Requerimento nº 59/2020 foi aprovado por unanimidade e recebeu assinatura de apoio do vereador José Augusto Cabral.

(Foto: Assessoria de Imprensa PML)

error while rendering plone.comments
Transparência

Mídias Sociais

Parlamento Jovem

TV Câmara

Posto de Identificação

Pesquisar no BuscaLeg
Logotipo do BuscaLeg - Buscador Legislativo