Você está aqui: Página Inicial / EX-PRESIDENTE DA CÂMARA, ROMERO NOGUEIRA MORRE AOS 87 ANOS

EX-PRESIDENTE DA CÂMARA, ROMERO NOGUEIRA MORRE AOS 87 ANOS

Vereador por três mandatos, Romero Nogueira exerceu o cargo de Presidente da Câmara Municipal e chegou a ser prefeito de Leopoldina por três dias. No foto, recebendo o Prêmio Imprensa no ano de 2000.

Nas primeiras horas deste domingo de Páscoa, 04 de abril de 2021, morreu o ex-vereador e ex-presidente da Câmara Municipal de Leopoldina Romero Nogueira, aos 87 anos. O falecimento ocorreu na cidade do Rio de Janeiro, onde residia com suas duas filhas, Karine e Katherine.  Segundo informações de familiares, o ex-vereador já enfrentava problemas de saúde há algum tempo e, nos últimos dias, estava internado para cuidar das sequelas de um AVC.

Logo pela manhã, a Presidência do Legislativo divulgou uma nota comunicando o falecimento do ex-vereador e informando que as últimas homenagens seriam prestadas no Salão Nobre “Antônio Sérgio Lima Freire”, sede da Câmara Municipal, neste domingo, a partir das 12 horas. O sepultamento foi confirmado para as 14 horas no Cemitério Nossa Senhora do Carmo, em Leopoldina.

Natural de Ribeiro Junqueira, Romero Nogueira é o terceiro filho de uma família com tradição política no município, especialmente no distrito de Ribeiro Junqueira. Herdou o gosto pela política de seu pai, Tomé Nogueira, ex-vereador, incentivado pelos irmãos Élcio e Ceceu Nogueira que, ao lado da esposa Edmée Fajardo Nogueira, já falecida, tornaram-se importantes coordenadores de sua vitoriosa carreira legislativa. Ao sair da vida pública, coube ao sobrinho Ivan Nogueira, atualmente vereador em Leopoldina, dar prosseguimento à tradição política da família.

Filiado ao PMDB, Romero Nogueira foi vereador nas legislaturas 1983 a 1988, 1993 a 1996 e 1997 a 2000, tendo exercido a função de Presidente da Câmara nos biênios 1987/1988, 1993/1994 e 1999/2000. No primeiro biênio como presidente, Romero Nogueira chegou a exercer a função de prefeito de Leopoldina por três dias.

Durante seus mandatos, o ex-vereador foi responsável por grandes decisões políticas no município e conseguiu importantes conquistas, tais como doação de carteiras escolares para várias escolas, reforma da Escola Estadual Sebastião Medeiros, instalação do sistema On Line com a presença do então presidente da ALMG, Anderson Adauto. Em agosto de 2000, em reconhecimento a sua atuação política, ele foi homenageado com o Prêmio Imprensa do extinto jornal Tribuna do Povo.

Com grande atuação nos esportes, na década de 50, jogou pelas equipes do Ribeiro Junqueira e do Unidos de Campo Limpo. Na década de 60, foi Diretor de Futebol do Botafogo do Rio de Janeiro, juntamente com seu tio Djalma Nogueira. Ainda foi sócio do técnico Zagalo na empresa “A Formiguinha”.

A Prefeitura de Leopoldina decretou luto oficial de três dias devido ao falecimento do ex-vereador. Por determinação da Presidência do Legislativo, as bandeiras permanecerão hasteadas a meio pau na sede da Câmara Municipal

(Fonte: Arquivos da CML e da Revista Hora H. Foto: Revista Hora H).

 

error while rendering plone.comments
Transparência

Mídias Sociais

Parlamento Jovem

TV Câmara

Posto de Identificação

Pesquisar no BuscaLeg
Logotipo do BuscaLeg - Buscador Legislativo